Cyrela by Pininfarina – Apartamento de Luxo na Vila Olímpia em São Paulo

IR PARA O SITE DA CYRELA TOPO

Circuito Cyrela by Pininfarina

Por Victor Collor de mello

Pininfarina + Cyrela + VICCO

Falar de coisa que a gente se interessa é ótimo, mas quando o assunto passa a fazer parte da sua vida e a história começa a fazer ainda mais sentido, é simplesmente genial. É assim que vejo o Circuito Pininfarina, projeto que vocês acompanharam de perto aqui no VICCO e através do site do Cyrela by Pininfarina, o prédio residencial que a Cyrela está subindo na região da Faria Lima aqui em São Paulo.

No lançamento do empreendimento, tive o prazer de conhecer Paolo, filho de Sergio Pininfarina, o grande nome por trás dos modelos mais icônicos da Ferrari. Na ocasião tive o meu livro da Ferrari autografado por ele e guardado hoje por mim a sete chaves. Como curador do projeto, mostrei o que a região tem de mais legal aqui no VICCO com os 3 guias de bairro. Cada um com pequenos achados, galerias, barbearias, relógios antigos e todos esses detalhes que movem a cabeça do homem moderno, esse que irá ocupar cada um dos apartamentos do Cyrela by Pininfarina. Foi muito interessante enxergar a região com outros olhos e achar lugares realmente muito legais e que valem a visita!

A relação direta com o estúdio italiano de design foi genial. Surge então a ideia de fazer uma exposição de Ferraris antigas, que teve modelos fantásticos como a 246 Dino amarela de 1974, a 308 GTSi preta de 1981 e a 330 GT2+2 de 1965, na minha opinião, a mais charmosa de todas, e por acaso, a mais antiga também. Sem contar na experiência de entrar em cada uma delas e sentir o cheiro do carro e uma certa volta ao passado. Aquela boa e velha nostalgia que tanto gosto e vocês sabem bem! Na ocasião acabei fotografando algumas pessoas que estavam por lá em cada um dos modelos. Sem dúvida as fotos de mais sucesso foram a de Luciana Vendramini e a de minha mãe, Thereza, ambas nos modelos que mais curtiram na exposição. Lembram?

De lá fomos para a garagem de Neto Carloni, um dos embaixadores do projeto. A ideia? Fotografar e mostrar a semelhança nos detalhes entre os modelos mais icônicos desenhados pelo estúdio italiano e o novo empreendimento da Cyrela. Genial, não é mesmo? Vocês viram aqui cada entrada de ar, a aerodinâmica, os faróis, janelas… são inúmeros os detalhes que comprovam a assinatura do escritório de design italiano em ambas as obras, na automobilística e na imobiliária.

O que mais me fascinou em participar de um projeto como esses, é o carinho que foi criado dentro de mim quando o assunto é Pininfarina. O entendimento, a relação, o jeito de enxergar e tudo o que envolve a palavra respeito. Quando comparo meses atrás, hoje enxergo os modelos da Ferrari e outras marcas desenhadas pelo estúdio completamente diferente. O respeito sempre houve, mas a admiração hoje é muito maior. Tudo isso graças a Cyrela que está trazendo essa receita de sucesso para um de seus empreendimentos, como um presente para São Paulo.

Finalizo então com uma frase que Sergio Pininfarina dizia que sempre fará sentido:

“meu sonho como designer é criar uma beleza sem tempo”

Um prazer e uma honra!

Fotos: @victorcollor

Guia de Bairro #3 / Circuito Pininfarina


Continuamos então por aqui com o terceiro Guia de Bairro do #CircuitoPininfarina que vocês já viram o #1 e o #2 aqui. Lembram? Só para refrescar, a ideia de fazer esses guias surgiu para mostrar lugares legais e achados ao futuro morador do Cyrela By Pininfarina, prédio que Cyrela está subindo na região da Faria Lima com desenho assinado pelo estúdio de design italiano responsável por inúmeros modelos icônicos da montadora do cavalo no escudo amarelo.

Nos guias, já mostrei algumas coisas bem legais: uma barbearia com pegada “old school” de Nova Iorque, um loja/antiquário de coisas legais como relógios antigos e esses brinquedos que nós homens nos divertimos, uma cantina italiana com tudo “home made”, … enfim, são várias dicas que estão aqui no VICCO e no instagram com a #CircuitoPininfarina. Passa lá para ver os meus passos de perto dentro do projeto.

// BE FRESH

Esse terceiro guia começa com uma situação que sempre nos vemos inseridos: aonde almoçar após as 3pm em um lugar legal que não seja uma padaria ou lanchonete? Aqui está a resposta, e para deixar tudo mais gostoso, o Be Fresh tem um conceito diferente do que estamos acostumados a ver por ai. Lá eles têm o que eles chamam de “ready do eat”, ou seja, pronto para comer com um serviço rápido e uma comida nutritiva e saborosa. Legal né?

O lugar me lembra pequenos lugares que já ví em Nova Iorque com a pegada natural, com comunicação moderna em tons verdes e paredes em concreto, cardápio visualmente bem executado com uma levada despretenciosa e calma… as fotos vão te mostrar e ilustrar o que estou falando.

Chá Gelado Be Fresh

As minhas idas ao Be Fresh são sinônimo do Chá Gelado da casa que levam 10 folhas de capim santo batido com três maçãs e limão. Refrescante não? Na minha opinião esse é o chá/suco mais gostoso da cidade e ir ao Be Fresh e deixar de provar, é um erro. Ou seja, pode ir de olhos fechados na pedida.

Frango Selvagem

Por ser um lugar mais natural e “fresco” – como o nome já diz, as comidas também são leves e com pouca gordura. Já provei o Galeto de Uva que vem com molho de cerveja e uva acompanhado de talharim de pupunha e me diverti. Dessa vez, a ideia foi pegar mais leve e pedi o Frango Selvagem que é um risoto de frango ao molho de três cogumelos com arroz vermelho, selvagem e integral. Boa a mistura, não? Leve, saboroso, nutritivo e saudável. Sim, isso depois das 3pm. Provei e senti falta de um molho de pimenta. Pedi ao simpático garçon que me atendeu, mas infelizmente só havia Tabasco. Não que eu tenha algo contra, mas um lugar como esse, com pegada “fresh” e todo o conceito por trás, não ter um molho de pimenta feito na casa, é de se questionar!

Rua Professor Carlos de Carvalho, 65- Itaim Bibi
Tel: 11 3078.0558
befresh.com.br

// GALERIA LUME

Por alguns anos, a galeria de Felipe Hegg e Paulo Kassab funcionou em um prédio no início da Joaquim Floriano, até que a coisa cresceu e agora estão instalados em espaço bem maior, aconchegante e a altura de seus artistas. Depois de várias exposições, Sp Arte e Sp Foto, desde novembro do ano passado, a dupla está localizada ao lado da B Ferraz, próximo ao prédio da Dacon, na rua Gumercindo Saraiva, 54. Ou seja, é mão de muitos caminhos e você acaba sempre passando por ali quando vem pela Av. Faria Lima sentido bairro.

O grande foco da Lume é fotografia, inclusive eu tenho algumas fotos representadas por eles, além do meu querido Gabriel Wickbold que recentemente teve seu trabalho exposto na galeria com a sua nova série “Sans Tache”. Atualmente está em cartaz no espaço a exposição de Alberto Ferreira com curadoria de Diogenes Moura com fotos inéditas dos anos 50 e 60. Alberto é considerado um dos maiores fotógrafos do século passado de acordo com a Maison Européene de lá Photographie. Em breve a galeria mostra o trabalho de Kilian Glassner, artista pernambucano que faz desenhos incríveis com carvão e pastel. Vale esperar para ver de perto… é tão perfeito que a longa distância se parece uma fotografia. Kilian estará na Lume e também na SP Arte. Entre outros artistas esta o inglês e sensacional Martin Parr que ganha expo na Lume em outubro… mais um para aguardar e ver de perto.

Junto com o novo espaço, Hegg e Kassab vão dar início a uma série de palestras e cursos com curadoria de Agnaldo Farias. Ou seja… é legal ficar de olho no site dos caras aqui.

Rua Gumercindo Saraiva, 54 – Itaim
Tel: 11 4883.0351
galerialume.com

// SIDE

Lembro quando fui a primeira vez ao Side, restaurante que tinha aberto há pouco e que estava recebendo muitos elogios por ai. No fim do ano passado, foi eleito o melhor novo restaurante de 2014 pelo voto popular no Guia da Folha. No miolo do Itaim, na Tabapuã entre a João Cachoeira e a Manuel Guedes, o restaurante tem uma pegada 100% importada de Nova Iorque, mais especificamente do Soho, bairro leve, divertido e sem as pretenções de “Up Town”. Lembram que falei sobre isso aqui e essa relação dos “maria vai com as outras”?

Na primeira vez, fui a noite como uma indicação de um amigo e, junto com a turma, lembro que quase chegamos a pedir o cardápio completo, além de muitos Negronis, drink a base de gin e Campari que tem feito a minha cabeça ultimamente. Lembram da foto que fiz no Maison Premiere no Brooklyn em NYC? Pratos ótimos, drinks impecáveis e uma noite genial!

A noite, é animação pura com uma pegada forte de bar. Não sou muito fã desses lugares que fazem essa mistura de bar/balada/comida, mas aqui eu achei diferente e não sei por que, me pegou. Seja pelo drink muito bem executado, a comida de primeira, o espaço com pegada NYC, são vários caminhos que posso seguir até chegar no tal “por que”, mas prefiro deixar no ar. De dia, no almoço, o som é mais baixo e o ambiente se torna mais calmo com a mistura da baixa iluminação e a luz natural que entram por dois lados do espaço. Um deles, um bar que dá para um jardim… ótima pedida pera os dias frescos que estão chegando agora na meia estação.

O bar está a comando da Talita Simões, reconhecida bartender e a cozinha está sob comando de Thiago Maeda que foi sushiman por muitos anos, até passar três anos pela cozinha do D.O.M de Alex Atala, ter aprendido algumas coisas com Helena Rizzo e Daniel Redondo no Maní, e agora servir pratos deliciosos no Side. Bela escola, não?

Ceviche de Peixe Branco, Polvo, Pimenta Dedo de Moça e Tangerina

Acompanhado de chips de batata doce, é difícil parar de comer. O sabor do peixe e do polvo misturado a leve ardência da pimenta e o azedinho da tangerina é de comer e fechar os olhos. A batata doce acompanha muito bem e vem crocante na medida. Não tenha medo ou receio, ao final, tome o “suco” que fica na tigela… é demais!

Ovo mole com Creme de Batata e Crispy de Bacon

Já adianto aqui uma dica: quando pedir o prato, peça uma colher, pois comer com garfo não é das melhores experiências. Outro de comer e fechar o solhos. O ovo mole chega fechado e submerso em um prato redondo que faz lembrar… um ovo. Pegue a colher e estoure a clara e veja o amarelo da gema se misturar ao creme – que sensação! O creme de batata é suave, o bacon dá uma leve crocância, mas o carro chefe é a gema do ovo que chega bem mole. Tem que provar!

Polvo Crocante

O polvo é cozido e depois rapidamente frito, acompanhado de arroz negro e mini legumes. Aparentemente uma ótima pedida, mas pesaram na mão e esqueceram de tirar o polvo na hora certa do óleo quente. Acredito que tenha sido um problema pontual em ter deixado o polvo muito “crocante” e a carne borrachuda. O sabor é gostoso, mas já é a segunda vez que peço esse prato e ele vem muito crocante e muito borrachudo. Ou seja, não é um prato que eu recomendo. O arroz negro e os legumes vêm sem grandes sabores, sendo um acompanhamento “ok”.

Linguini de Frutos do Mar com molho de tomate rústico

Fazia tempo que não comia uma massa com frutos do mar tão saborosa. Acompanhado de lula e camarões bem refogados no alho e colocados e um molho de tomate de primeira, o prato é uma bela escolha do cardápio. “Al dente” a massa chega cheia de lulas e camarões… prato sem economia, sabe? Lembro que comi a costela de porco e estava sensacional… vale a pedida também.

O Side é um restaurate para ir e voltar sempre, e claro, se divertir tanto na carta de drinks quanto nos ótimos pratos. É “diversão”garantida!

Rua Tabapuã, 230, Itaim Bibi
Tel: 11 3168.0311
siderestaurante.com.br

Acompanhe tudo pela Hashtag #CyrelaByPininfarina e #CircuitoPininfarina

Fotos: @victorcollor

Guia de Bairro #2 / Circuito Pininfarina


Quem me acompanha pelo instagram e pela #CircuitoPininfarina, já têm uma ideia dos lugares que tenho achado na região da Faria Lima, próximo a Rua Fiandeiras, endereço aonde será erguido o Cyrela By Pininfarina, o edifício residencial que a Cyrela está dando de presente para São Paulo.
No primeiro Guia do Bairro que vocês leram aqui, conheci o Brodo, restaurante que tem um ravioli de picadinho fantástico e foi uma das grandes surpresas que tive em São Paulo em 2014; e viram também o trabalho do artista plástico Alê Jordão em seu estúdio cheio de luzes, neons e ideias.

No segundo Guia de Bairro vou explorar um pouco mais o clássico, afinal a Pininfarina é, e sempre será um clássico quando olhamos o trabalho que o estúdio de design italiano fez por mais de seis décadas com a Ferrari e seus modelos mais icônicos.

// EMPORIO RAVIOLI

Tradicional restaurante italiano da região que tem pratos clássicos do mesmo país onde a família Farina – e hoje Pininfarina, se estabeleceu. Na entrada já dá para ter ideia do que vem pela frente quando sentamos à mesa. A casa com ares antigos e vegetação solta e mais selvagem cobrindo parte da fachada nos faz lembrar as pequenas casas do interior da Itália e aquele ar charmoso que tanto nos encanta no velho mundo. Por dentro a ideia segue a mesma linha. Um grande salão cheio de mesas é decorado por inúmeras garrafas de vinhos antigos com velas derretidas nas pontas. Em conversa com amigos e pessoas que já conheciam o lugar, diz que aquela é a decorarção “desde sempre”. Acho demais essa ideia de fazer uma decoração e deixar o tempo dar cada vez mais identidade ao espaço.

Para dar início pedi um Suco de Tomate bem Temperado que estava bem feito, porém sem grandes encantos, mas como estava quente do lado de fora, valeu a pedida. Aceite o couvert e se divirta com os pães e torradinhas com manteiga derretida… é de comer sem parar. Se a fome for pouca, recuse, pois é impossível comer uma só.

Carpaccio Caprese

Tradicional prato italiano com finas fatias de carne crua mas nessa versão acompanhando de um saldão cheio de tomate e mussarela de búfala.
Como lá é um desses restaurantes clássicos italianos, não se engane. As porções são muito bem servidas e foi essa a surpresa. O que era entrada, facilmente dava para ter sido um prato principal. Saborosa e leve, mas também sem grandes novidades e surpresas. Adicione o azeite que está ali do lado na mesa e peça a pimenta do reino para finalizar.

Ravioli de Ossobuco

Quando li no cardápio, jurei que seria um ravioli recheado de tutano, mas na verdade era uma mistura de tutano com a carne que envolve o osso, seja ele da canela ou da paleta. Infelizmente não era, mas mesmo assim apostei na pedida.
Bem apresentados, verdes e servido com o próprio molho do assado, o ravioli chega al dente e cheio de sabor.
Nessa caso por exemplo, a porção é menor e serve uma pessoa tranquilamente.

Um amigo que estava na mesa pediu uma salada verde de entrada que estava bem apresentada, leve e com bastante mix de folhas. Na sequência, pediu um Filé a Parmigiana que vem extremamente bem servido – segundo o maitre, era uma porção para uma só pessoa. Muito saboroso, o filé chega ainda com a casquinha frita bem crocante e o queijo tostadinho nas extremidades do prato. Gosto mas não sou grande fã desse prato, mas confesso que gostei muito desse.

Ou seja, cuidado sempre com os pratos, alguns vêm bastante, outros vêm menos. Vale conversar e tentar arrancar o máximo de informação da pessoa que irá te ajudar a escolher os pratos. Converse sempre… essa é uma dica que dou para qualquer um nesses rolês de restaurante e bares. Com certeza essas pessoas vão te encher de informações, muitas vezes até com coisas muito legais para levar para a vida.

Rua Fidêncio Ramos, 18, Vila Olimpia
Tel: 11 3849.2943
emporioravioli.com.br

// BARBEARIA CORLEONE

Algumas quadras dali, já mais para os lados do Itaim, está a mais nova barbearia de São Paulo. Aberta há 4 meses, Bruno Van Enck, o nome por trás da Corleone, recebe seus clientes com muito carinho e atenção oferecendo serviço de barba, cabelo e bigode a serem feitos pela sua equipe de barbeiros. Além disso, o primeiro chope por lá é por conta da casa, ou seja, se for mais no fim do dia, ou melhor, mais para o fim da semana, já ajuda a começar os embalos da noitada.

O estilo segue as tradicionais barbearias de Nova Iorque com aquele ar dos anos 50. Paredes com tijolos aparentes, pôsteres, anúncios e cartazes antigos dão o toque vintage que tem feito muito a cabeça dos homens legais dos dias de hoje.
Se não conhece, vá lá para ter a experiência de ser barbeado e ter um belo corte de cabelo seguindo o estilo dos anos 50. Muito se fala em fazer barba em casa ou em barbearia. Acho que o objetivo é o mesmo mas não dá para comparar. A ideia de ter o ritual da hidratação do rosto, a toalha quente para abrir os poros e a navalha fazendo o serviço é simplesmente genial! Vá lá, você não vai se arrepender de ter esse tempo só seu e o melhor, cuidar de você mesmo.

Rua Renato Paes de Barros, 390 (esquina com a Jesuíno Arruda)
Tel: 11 2538 8009
barbeariacorleone.com.br
Instagram: @barbeariacorleone

// STILOART

A pé, caminhe mais algumas quadras e chegue a StiloArt, uma loja que só vai quem conhece e sabe do que se trata, ou seja, a dica aqui é boa. Escondida na rua Emanuel Kant, próximo ao Santo Grão e Ritz, a loja de Paulinho, Celcinho e o filho Fabinho – como são carinhosamente chamados pelos seus clientes/amigos, tem uma seleção de coisas muito legais – e mais legal ainda, peças vintage.
Lá você vai encontrar uma infinidade dessas peças que ganharam história ao longo dos anos . Por exemplo eu já achei por lá um Rolex 1967 – sim, os antigos têm muito mais valor do que os atuais/modernos, além dos modelos mais novos de outras marcas também muito legais como IWC, Panerai, Heuer, entre outras tão grandes quanto. Lá também há edições especiais de isqueiros em ouro e prata da Cartier, Dupont e Davidoff, canetas antigas Montblanc e todas essas coisas que fascinaram nossos pais nos tempos áureos, e hoje por sua vez acabam me fascinando também. Misturado a tudo isso há também cinzeiros antigos, faqueiros, bengalas, cortador de charuto, relógios antigos de bolso… é quase uma curadoria e seleção de peças de alta qualidade que você encontra em feirinhas e antiquários. Enfim, um infinidade de objetos incríveis – com o forte em relógios, que você vai entender melhor quando ver as fotos aqui embaixo.

Rua Emanuel Kant, 155, Itaim
Tel: 11 3167.3422

Facebook: StiloArt
Instagram: @stiloart

Acompanhe tudo pela Hashtag #CyrelaByPininfarina e #CircuitoPininfarina

Fotos: @victorcollor


Que descendente de italiano nega um bom Carpaccio Caprese? E que cavalheiro nega ter uma experiência de corte de cabelo e barbeado com o estilo anos 50? Ou qual amante de exclusividade não quer um item vintage recheado de história?

Nosso curador do #CircuitoPininfarina, Victor Collor, conheceu mais alguns lugares clássicos na região da Faria Lima, local que abrigará o tão aguardado #CyrelabyPininfarina! Confira algumas boas surpresas que a região lhe reserva.

Garagem / Circuito Pininfarina


Como é bom trabalhar com uma coisa tão legal como é o universo do automobilismo. É justamente isso que estou sentindo com essa relação com o Cyrela by Pininfarina na região da Faria Lima aqui em São Paulo.

Vocês viram aqui as fotos que fiz de pessoas bem legais com os modelos mais icônicos da Ferrari no evento que fizemos para mostrar o quão legal é o novo empreendimento da construtora que tem se mostrado cada vez mais inovadora e ligada às mudanças que São Paulo precisa. Um prédio desenhado pela Pininfarina é algo tão especial quanto os modelos icônicos da montadora italiana desenhados pelo estúdio de design, também italiano… ainda mais quando lembramos do que Sergio Pininfarina dizia: “meu sonho como designer é criar uma beleza sem tempo”.

Um dos programas que fiz e achei genial foi a visita à garagem do Neto, um dos embaixadores do projeto #CircuitoPininfarina, o qual sou o curador, envolvendo fotos, eventos e claro, as dicas que vocês viram aqui no Guia de Bairro#1, mostrando o que a região em torno do empreendimento tem de mais especial. A ideia era ter uma tarde de bate papo sobre esse universo do automobilismo ao lado de modelos como Dino, Daytona e muitos outros, além de fotografar cada detalhe. A primeira coisa que qualquer pessoa iria fazer seria fotografar os modelos como um todo. Aproveitei os pequenos detalhes que fazem toda diferença e cliquei sem parar. É nítida a relação dos carros com o Cyrela by Pininfarina. As entradas e saídas de ar, os detalhes de maçaneta, o vidro arredondado da Dino, … é infinita a quantidade de elementos que lembram os detalhes da fachada, das varandas e claro, a entrada da garagem e de pedestres da edifício que vai juntar uma turma muito cool em São Paulo.

O que mais me impressionou foram as saídas de ar na traseira do modelo Daytona com linhas que faz alusão ao logo do empreendimento e claro, às curvas das varandas quando olhamos de baixo pra cima. Se liga nas fotos e clica aqui para relembrar a fachada.

Em bate papo com o Neto, perguntei sobre a sua impressão quando soube que Cyrela tinha se juntado com o estúdio que desenhou as suas belezinhas. Ele se disse impressionado com o presente que a Cyrela está dando para São Paulo e claro, a importância de trazer mais a Pininfarina não só para o universo dos lindos modelos de quatro rodas, mas sim, em ter a experiência de morar em uma “obra de arte” que é o Cyrela by Pininfarina.
Ou seja, quanto mais Pininfarina, melhor!

Se liga nas fotos e nos pequenos detalhes que fazem toda a diferença. Para entender mais sobre o projeto e ver o vídeo que está no ar, clica aqui:

Que delícia ver de perto esses pequenos detalhes! Para ficar por dentro de todo o projeto e ideia dos caras, clica AQUI.

Fotos: @victorcollor

“É nítida a relação dos carros com o Cyrela by Pininfarina. As entradas e saídas de ar, os detalhes de maçaneta, o vidro arredondado da Dino…”

Essa é a percepção de nosso curador, Victor Collor, ao visitar a garagem de um de nossos embaixadores do #CircuitoPininfarina, recheada de modelos icônicos da Ferrari!

Já provou um bom Ravioli de Picadinho, artesanal e orgânico, feito à mão e com o coração? Essa delícia você encontra no Brodo Rosticceria, que fica nos entornos do #cyrelabypininfarina. A região desse projeto é tão exclusiva quanto ele, e o @victorcollor foi conhecer alguns lugares especiais para dar dicas para você. Acompanhe por aqui!

06/11/2014

Já provou um bom Ravioli de Picadinho, artesanal e orgânico, feito à mão e com o coração?

Nosso curador do #circuitopininfarina, Victor Collor, montou um guia da região da Faria Lima com muitas dicas exclusivas para você, em uma série de 3 posts que vão lhe mostrar que os entornos do #cyrelabypininfarina são tão especiais quanto o projeto!

06/11/2014

Quem me acompanhou pelo instagram e aqui no site nos últimos meses viu que estou participando de um projeto muito legal aqui em São Paulo junto com a Cyrela. Trata-se do presente que a construtora está dando para a cidade com o projeto do edifício #CyrelaByPininfarina com desenho do icônico estúdio de design italiano responsável pelas curvas e linhas incofundíveis que a Ferrai tem em seus modelos mais icônicos. Lembram que falei do projeto aqui e da exposição de Ferraris que fotografei aqui?

Partindo desse ponto resolvi montar um guia da micro região da Faria Lima, bairro aonde será “erguido” o novo empreendimento, com dicas de lugares muito legais e com essa pegada mais especial e exclusiva que vocês já conhecem, principalmente pelo meu instagram (@victorcollor).

Nesse primeiro post sobre o Guia de Bairro do #CircuitoPininfarina mostro aqui dois achados muito especiais próximo à rua Fiandeiras, endereço do #CyrelaByPininfarina.

// BRODO ROSTICCERIA

Começo a falar do Brodo como um dos achados mais legais que encontrei nas minhas andanças em São Paulo nesse ano. No logo de estilo vitoriano a mensagem está bem clara: feito à mão e com o coração. Genial, não?

Conheço Mari Valentini desde o seu Valentina na rua Ranato Paes de Barros no Itaim e quando cheguei por lá dei de cara com ela e para minha surpresa ela era a pessoa por trás da cozinha do Brodo junto com seu marido. Bingo!

Antes de falar de paladar, vamos falar de visual. Na entrada já dá pra ver que a referência do casal foi o Brooklyn em Nova Iorque. Com detalhes mais escuros, azulejos brancos retangulares com rejunte escuro e todo os pequenos detalhes que vão desde o rolo de papel que mostra o prato do dia, passando pelo cardápio apresentado em uma mini prancheta, até a foto do filho do casal dentro de uma panela estampada em uma das simpáticas paredes. Acredito e dou muito valor a esses lugares que te agradam com o ambiente e iluminação para depois surpreenderem com o serviço e principalmente com a comida, afinal você está indo a um restaurante para comer e não pelo ambiente… se for assim, melhor ficar em casa, certo?

Com o calor que fazia no dia, pedi um Chá Gelado da casa… ótimo e vale a pedida para refrescar! No cardápio a informação é clara, as massas são artesanais e orgânicas, algo que é bem difícil de encontrar nos dias de hoje. Dai você já começa a ser agradado não só pelo visual, mas agora pelo paladar.

Pãozinho caseiro servido com azeite extra virgem e sal temperado, ambos feitos na casa, já mostram e comprovam o DNA dos dizeres no logotipo da porta de entrada.

Sempre digo aqui nos posts da série Conhecendo para bater um papo com o garçon, saber o que ele indica, saber qual é especializada da casa e todos esses pequenos detalhes que só vão te fazer feliz depois de pagar a conta. Em conversa com Mari ela me indicou o carro chefe e indicado pela Veja e pelo jornal O Estado de São Paulo.

Ravioli de Picadinho / Ovo Frito, Crisp de Couve e Banana na Manteiga.

Só o nome já dá água na boca e quem segue a hashtag #CircuitoPininfarina viu o meu comentário no Instagram.

Assim que provei o primeiro pedaço e ví o tamanho, já pedi para mandar outro na mesa. Simplesmente sensacional e escrevendo esse post me fez querer voltar para comer o prato ainda hoje.

A ideia de desconstruir e “italianizar” um típico prato brasileiro é genial. Esse é um daqueles pratos para comer misturando tudo, assim como é feito com o tradicional picadinho. Pega um pedacinho do ravioli com a carne, mistura com a banana e estoura a gema mole do ovo. Hummmm… Tem que ir provar para entender.

Antes do prato chegar, o restaurante tem o costume – e o carinho, de servir uma Salada Verde de entrada. Mais um ponto alto de como agradar as pessoas e fazerem com que elas criem carinho pelo lugar e tenham vontade de voltar.

Caso a fome seja grande e o tempo seja curto, ou até mesmo se você vai receber amigos em casa, lá no Brodo você pode comprar e levar pra casa em embalagens especiais e congeladas. Além das massas tradicionais, os molhos também fazem sucesso e são fáceis de fazer em casa, assim como os sais, os azeites temperados e as geléias … lembrando que tudo é orgânico e artesanal. Ou seja, além de restaurante, o Brodo também é uma Deli.

Para finalizar, um Ravioli de Brigadeiro foi o presente da Mari Valentini que surpreendeu ainda mais. Novamente uma desconstrução de algo tipicamente brasileiro. O ravioli com massa igual ao do picadinho sendo com adição de chocolate, é recheado com brigadeiro, frito no óleo quente e finalizado com sorvete de creme e calda de doce de leite… difícil explicar a sensação, mas garanto aqui que é uma explosão de sabores.

Rua Comendador Miguel Calfat, 295
Tel: 11 2892.2002
brodo.com.br

Em breve vem mais novidades por ai no #CircuitoPininfarina. Uma delas foi a visita a uma garagem com 5 modelos Ferraris desenhado pelo icônico estúdio de design italiano.

Acompanhe tudo pela Hashtag #CyrelaByPininfarina e #CircuitoPininfarina

Fotos: @victorcollor 05/11/2014

Um clássico que se torna mais bonito a cada dia. #Dino #Ferrari #CircuitoPininfarina #CyrelaByPininfarina.

24/10/2014

Sim, nós amamos Ferraris. #CircuitoPininfarina.

24/10/2014

O #circuitopininfarina e a vinícola Bueno Wines, de Galvão Bueno, promoveram ontem, no #cyrelabypininfarina, um evento exclusivo para apresentar os rótulos da marca. Na foto, Galvão Bueno e sua esposa, Desirée Soares brindam no evento.

03/10/2014

Na foto, Galvão Bueno e sua esposa, Desirée Soares, confraternizam no #cyrelabypininfarina. O motivo foi o evento exclusivo que aconteceu ontem, no #circuitopininfarina, para apresentar os rótulos da marca Bueno Wines, vinícola de Galvão Bueno.

03/10/2014

01/10/2014

Ontem, a noite foi de Porsches, no evento com o SPPC - São Paulo Porsche Clube, que aconteceu no #circuitopininfarina. Na foto, captada no #cyrelabypininfarina, um Envemo Super 90 Coupé: Réplica brasileira do Porsche 395.

01/10/2014

Ontem, a noite foi de modelos Porsche no evento com o SPPC – São Paulo Porsche Clube, no #circuitopininfarina. Na foto, captada no #cyrelabypininfarina, um Porsche 911 Carrera 4s.

@victorcollor 25/09/2014

Como vocês leram no último post, na terça rolou mais um evento do Circuito Pininfarina, uma série de ações com o intuito de mostrar o quão legal e inovador é o Cyrela By Pininfarina. Sou curador do projeto, visando lifestyle e tendo ideias como foi a noite de ontem onde rolou uma exposição inédita de Ferraris em São Paulo no local aonde será construído o edifício.

Entre os convidados, 6 modelos iconicos da montadora italiana e de desenho Pininfarina se destacavam e enchiam os olhos. Com elas bem iluminadas, resolvi fotografar alguns convidados em frente aos modelos que eles mais curtiam e está aqui o resultado.

Fica ligado na #circuitopininfarina para ficar por dentro das ações e também pelo site que tem um vídeo bem legal e mais infos sobre o projeto… clica aqui para entender.

Dimitri Mussard e Nico de Virieu

Brincadeira de gente GRANDE!

Fotos: @victorcollor

@victorcollor 25/09/2014

Ainda da noite genial de ontem no #cyrelabypininfarina . Aqui o detalhe da assinatura da Pininfarina em uma 308 GTSi . Vem mais coisa por ai no #CircuitoCyrela

@victorcollor 23/09/2014

Dino @ #CircuitoCyrelabyPininfarina

@victorcollor 23/09/2014

Já está rolando a expo de Ferrais aqui no #CircuitoCyrelabyPininfarina ... Brincadeira de gente grande!

VICCO 23/09/2014

Lembram que falei aqui sobre um dos prédios mais legais que São Paulo irá receber nos próximos anos?

Pois é, a convite da Cyrela sou o curador do Circuito Cyrela by Pininfarina, uma série de ações que vão mostrar várias facetas que o edifício tem, lugares legais na região da Vila Olímpia, bairro aonde será “erguida” a obra de arte Cyrela by Pininfarina e todos esses pequenos detalhes que envolvem o meu lifestyle, tanto aqui no VICCO quanto no Instagram (@victorcollor).

20/09/2014

O #cyrelabypininfarina e a u-on board promoveram neste sábado um evento especial no #circuitopininfarina. Os participantes puderam conhecer o projeto e saber mais sobre essa obra de arte que São Paulo irá receber. Na foto, uma Ferrari F430, produzida em 2004, e desenhada pelo Estúdio Pininfarina.

@victorcollor 11/09/2014

Aos amantes de Ferraris e esse fantástico mundo do aitomobilismo, está no ar o post que fiz sobre o #cyrelabypininfarina , o novo prédio da @cyrela em parceria com a Pininfarina... Além do texto tem várias fotos e um vídeo que compõem o #circuitopininfarina . Corre lá victorcollor.com.br

VICCO 10/09/2014

Na semana passada vocês acompanharam pelo meu Instagram (@victorcollor) a minha visita ao estande do prédio que será um dos mais legais que São Paulo irá receber nos próximos anos. Trata-se da parceria entre a Cyrela Brazil Realty e o estúdio italiano Pininfarina.

@victorcollor 02/09/2014

Impressionado com o presente que a Cyrela vai dar a São Paulo. Junto com a Pininfarina, famoso estúdio italiano de design que desenhou inúmeras Ferraris, eles vão subir um prédio em plena Faria Lima. Na foto, as curvas do #cyrelabypininfarina espelhadas em uma Ferrari Daytona de 1968. Genial!

@victorcollor 02/09/2014

Tendo o prazer de ter meu livro da Ferrari sendo autografado por Paolo Pininfarina. Ao fundo, uma Ferrari Daytona 365 GTB, criação de seu pai Sergio nos anos 70. A @cyrela é quem está por trás disso tudo e eles juntos vão subir o #cyrelabypininfarina ... Vem mais novidade por ai!

Voltar para o site